20051207

Sobre a maior riqueza do ser humano

Na vida
Tudo se laça,
Se enlaça,
Entrelaça,
Formando nós!

Eu possuo o livro “Terapeutas do Deserto” (Ed. Vozes, 1999). Trata-se de uma coletânea de textos de um seminário promovido pela UNIPAZ e que foi realizado em Brasília, em 1996, intitulado: “De Fílon de Alexandria e Francisco de Assis a Graf Dürckheim”, cujos palestrantes foram Jean-Yves Leloup e Leonardo Boff.

No capítulo “A imagem que São Francisco tinha do ser humano” Leonardo Boff diz o seguinte: “O ser humano é um entrelaçamento, um nó de relações.” Essa foi a mais rica definição do ser humano que esse teólogo católico encontrou até hoje e, segundo ele, ela está contida na obra “A Cidadela”, do grande escritor francês Saint-Exupery.

E Leonardo Boff continua : “O ser humano é um nó de relações, voltado em todas as direções - para cima, para o sonho; para o alto, para Deus; para dentro de si, para o seu coração; para os lados, para seus irmãos e irmãs; para baixo, para a terra, para a natureza. Relações em todas as direções. E o ser humano só se realiza, se ele se agiliza, se ele articula as relações. Se corta as relações, ele empobrece.” E conclui: “Então, eu diria que esta antropologia é pan-relacional e ecológica(...), onde tudo tem a ver com tudo, em todos os momentos e em todas as circunstâncias(...), enfim, uma antropologia que sabe sentir o coração das coisas.”

Meu saudoso pai já conhecia toda essa história e, seguindo seu exemplo, talvez seja por isso que eu valorize tanto essa questão, pois é inquestionável: quanto mais nos relacionamos mais ricos nós ficamos!
PS- o texto de hoje é uma homegem aos amigos blogueanos!

12 Comments:

Anonymous Jana said...

Achei perfeito teu post e mais perfeita a citação.

Somos exatamente isso, um emaranhado de relações.

Fiquei interessada no livro, vou procurar

Beijos

10:26 AM  
Blogger chris said...

olá
Gostei do seu blog
Também vou procurar o livro
Beijinho sorridente

11:12 AM  
Blogger Vera Fróes said...

Adoro São francisco de Assis e gosto de ler Leonardo Boff. E concordo com eles, nos relacionamos e vamos criando laços...nós. E, é isso que nos mantém!
Gostei da homenagem!

Bjos natalinos.

11:51 AM  
Blogger luma said...

Leonardo Boff disse palavras sábias. As relações humanas muitas vezes é uma emaranhado tão grande que os nós ficam também dentro de nossa cabeça, não é. Mas vamos viver pra tentar desatar os nós! Beijus

2:47 AM  
Blogger Patty said...

Fiquei curiosa com esse livro,vou anotar e procurar por aqui.
Um beijo e ótima quinta feira.

3:49 AM  
Blogger Rodrigo said...

concerteza cara!
mesmo q a gnt se machuque, decepcione...a gnt sempre aprende...nem q seja:
aprender a não ser troxa!
...
abçs

:(

6:21 AM  
Anonymous MON!KA said...

Oi Álvaro !!
Vim agradecer sua visita e me deparo com um post tão bonito...
Viver é fácil, conviver com o ser humano é que é a grande arte de nossa existência...
Me interessei pelo livro... vou ver se acho por aqui...
Beijos e tenha um excelente final de semana...

12:23 PM  
Anonymous Carlos said...

Eu concordo. Amigos são jóias especiais que conquistamos ao longo da vida. Abraço.

3:50 PM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

meu querido..
faço parte dessa teia que a cada dia forma mais nós de amizade,nossa egrégora é pulsante e isso me faz feliz!!
lindo texto!lindo dia!bela noite!
beijossssssssssssssss

5:09 PM  
Anonymous Paulo said...

Realmente ele foi muito feliz em dizer isso!
Acho que vivemos e crescemos com nossas relações.

Tudo de bom

6:50 PM  
Blogger Giovanni Lucato said...

Com certeza tudo se laça!! Tudo de bom e muita luz sempree

1:40 AM  
Blogger Júnio said...

Com grande certeza; uma palavra que está muita na moda... interação. Essa interetividade que faz co-existirmos em sincronicidade com os defeitos e virtudes humanas.
Forte abraço.

4:41 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home