20051219

Passo a passo...

Carl Gustav Jung (1875-1961), psicólogo e psicanalista suíço, criador da psicologia analítica, em sua memórias escreveu: “... quando vivemos a nossa vida, é preciso também aceitar o erro, sem o qual a nossa vida não será completa. Nada nos garante, em nenhum instante, que não possamos cair em erro ou perigo mortal” (Leo Gesslein, “A doença como reinicio”). Portanto, errar é humano, mas sempre que incorrermos em algum erro é necessário recomeçar de novo.

Nós bem sabemos que o poder de qualquer mudança individual está sempre no momento presente. Confúcio disse: “uma viagem de dez mil quilômetros começa com o primeiro passo ...” (John Davison, “Energia sutil”).

“O maior sentido para a plenitude da vida é a caminhada em busca da felicidade. Ninguém gosta de ser infeliz! E se temos que viver 24 horas por dia conosco mesmos, então por que não fazemos um esforço para sermos a nossa melhor companhia? Poucas coisas são mais fascinantes do que descobrir, dia a dia, dentro de nós mesmos, as pedras preciosas da felicidade. É tão bom saber que elas existem! Para sermos felizes basta apenas garimpá-las em nossa rica mina interior. Quanto mais nós descobrimos esses nossos tesouros pessoais, mais passamos a acreditar em Deus, autor primeiro de todas as coisas maravilhosas que nós, humanos, estamos apenas redescobrindo” (Carlos França, “Força interior”).

“O passado está acabado para sempre. Ele voltou para o nada, de onde veio. Estou livre. Tenho um novo sentimento de orgulho e autovalorização. Confio em minha capacidade de me amar e apoiar. Aprendi que sou capaz de uma mudança e evolução positivas. Sou forte. Sou uno com o poder e a inteligência do Universo. A sabedoria divina me guia e me conduz a cada passo do caminho. Estou protegido, sinto-me seguro enquanto progrido na direção de meu mais alto bem. Avanço com felicidade e alegria. Sou uma nova pessoa, vivendo no mundo que escolhi para mim. Sou profundamente grato por tudo que possuo e pelo que sou. Sou abençoado e próspero em todos os aspectos. Tudo está bem em meu mundo” (Louise Hay, “Ame-se e cure sua vida”).

Encarar dez mil quilômetros não vai ser fácil, mas como diz o ditado, tudo começa com o primeiro passo, e já que estamos no final do ano, então vamos lá, um, dois...

7 Comments:

Anonymous Márcia(clarinha) said...

hummmm,sinto informar-lhe que não poderei acompanhá-lo nessa tão simples caminhada de 10 mil kilometros,não poderei dar o primeiro passo,tô de dedinho quebradinho,nem sua reza forte nem goles e goles "daquele" relaxante resolveu,aff! ui!rsssssss
belo texto meu querido!!
lindo dia!!
beijosssssssssss

9:16 AM  
Blogger Rodrigo said...

belíssimo texto hein?
caraca...
gostei daquele amor é como amora...
profundo...
eu até queria um metafisico...mas eu não consigo...
hehe
abç...
ah, amanhã, é meu último post do ano..passa lá,ok? presença de honra a sua, ok?

11:10 AM  
Anonymous Paulo said...

Lindo texto amigo!

Ótima semana

Abraços

6:43 PM  
Anonymous Carlos said...

Tudo precisa começar com um passo e continuar com outro seguido de outro e mais outro.... Abraço.

2:59 AM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

pois é meu querido,nem sempre estar perto significa estar junto,tendeu???[sobre o seu comentário]
"tão longe de mim distante,onde está,onde está meu pensamento",aff!
por isso escrevo versos,rsssssss
lindo dia
beijossssssssss

11:27 AM  
Anonymous Hank said...

Olá Álvaro, valeu pela visita no NVS.
Respondendo sua pergunta: Realmente gosto muito do Bukowski e tenho bastante material dele. Gosto do estilo único dele.
Cheers

2:56 PM  
Anonymous Paulo said...

Oi amigo,

passei para te desejar um Natal bem especial com muita paz e muitas felicidades!

Um grande abraço

3:17 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home