20060804

Sobre o seu poder de observação

Nem sempre nos fixamos naquilo que vemos. O cérebro, a memória e a mente têm capacidades ilimitadas, mas para tanto precisamos ter um cérebro saudável, uma mente consciente e uma memória constantemente exercitada. O aprendizado possui dois aspectos: acúmulo de informações e sua armazenagem eficaz na memória que é parte inerente do cérebro; e o uso dessas informações em reação a algum estímulo despertado ou recebido (interna ou externamente). Desse processo interativo resulta nossa inteligência e criatividade. E isso não tem idade, desde que estes pré-requisitados estejam em nós preenchidos. Ensinar truques novos a um cachorro velho auxilia e aguça o funcionamento mental (a recíproca também é verdadeira!). Sem estímulo e motivação a cognição fica seriamente prejudicada. Isso pode até encurtar sua vida. Então o que fazer para apurar o aprendizado, a memória e a cognição?

Podemos primeiro considerar a relação que existe entre concentração, atenção, agilidade mental, memória e organização. A concentração, por definição, significa induzir os esforços, as faculdades de um indivíduo a recair sobre algo. Quando você presta atenção, está atento ou cauteloso. Quando alerta, está vigilante e pronto para a ação. E quando organiza, arruma as coisas de maneira sistemática. Empregam-se todos esses elementos para registrar e evocar memórias. Há muito a aprender sobre o armazenamento e a recuperação da memória. As pesquisas demonstram que exercitá-la tem se comprovado um método eficaz para fortalecer esse sistema maravilhoso que utilizamos para lembrar.

Para praticar seu poder de observação vejamos agora quanto você vê sem perceber? Há muitas coisas corriqueiras de nosso cotidiano que não registramos de fato na mente, ou, se o fazemos, não conseguimos nos lembrar. Um exemplo: as diversas versões que as testemunhas oculares apresentam quando ocorre um acidente. Que tal agora pôr a mão na massa e responder mentalmente o seguinte teste:

1- Num Caducéu de Mercúrio, o bastão carregado pelo deus Hermes e utilizado no emblema da profissão médica, quantas cobras há na sua haste, abaixo das asas? 2- Num mapa-múndi horizontal, que continentes ficam à esquerda e à direita da América do Sul? 3- De quem é a imagem da nota de um real e o que existe no verso (e na rúpia indiana?.. ri-ri-ri...)? 4- A luz verde fica em cima ou embaixo no semáforo? 5- As cores das bandeiras italiana e irlandesa são verde, vermelha e branca. Em que ordem elas aparecem, da esquerda para a direita? 6- De que lado fica a noiva no altar (essa até pingüim sabe!)? 7- Qual é o primeiro e o último número num termômetro médico? 8- Quantas unhas há na pata de um cachorro? 9- O que está escrito em verde e amarelo na bandeira do Brasil? 10- De quebra, para aguçar ainda mais a sua inteligência, qual o homem mais mentiroso do Brasil (nessa se permite consultar o google!)?

Para continuar a exercitar esse seu poder, observe coisas comuns em seu meio ambiente e elabore seus próprios enigmas para a família, os amigos, os colegas de trabalho e faça essa gente toda exercitar seus neurônios! Aconselho manter a disciplina e não fornecer gabaritos. É divertido e aumentará a capacidade de coletar informações úteis do mundo à sua volta e que passam despercebidas. Carpe diem...

Fonte: Arthur e Ruth Winter, Como desenvolver o poder da mente; Dharma Singh Khalsa, Longevidade do Cérebro.

3 Comments:

Anonymous Márcia(clarinha) said...

Ontem eu exercitei meu poder de observação e o fiz observando o Mestre OR, pois é, olhamos olho no olho nesse mundo real junto com amigos queridos e te garanto que foi ótimo, ele é alegre,simpático,boa gente,rssss
Lindo findi meu querido
beijosssssssssssss

11:55 AM  
Anonymous Ordisi said...

Eu tenho um baixíssimo poder de observação. Lógico que nem gravei o seu texto e - muito menos - vi esse lindo comentário da mocinha. [Também não sei se o comentário dela ficará em cima ou embaixo].
Ah! Álvaro, acho que percebi ter ela um lindo e esplendoroso sorriso. Mas, afinal, isso é comentário pertinente ou não? Vou pedir socorro aos marrecos, ou patinhos, ou seriam pingüins? :)Abraço.

12:43 PM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Do avesso eu fico e pode ter certeza meu querido, é assim que deve ser....
Sim, Álvaro, foi perfeito tudo, aliás se entramos em algo com vontade de acertar, de ter e ser o somatório é belo.Energia pura mas sem explosões,rsss
Linda semana
beijossssssssssssss

4:13 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home