20050921

Sobre quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha?

Eis aqui uma grande dúvida. Quem nasceu primeiro: o ovo ou a galinha? Esse problema é velho e foi examinado há séculos, por toda espécie de estudiosos, desde teólogos e naturalistas.
Segundo Câmara Cascudo, em seu livro Dicionário do Folclore Brasileiro (Ediouro), o folclore recebeu-o, e houveram debates nos desafios sertanejos de outrora sobre essa questão e, inclusive consta que o famoso cantador Gulino de Teixeira (1832 - 1895) cantou muitas décimas sobre esse assunto, decicindo-se que a galinha nascera primeiro, de acordo com a santa Bíblia (deveria referir-se ao Genese I, 21, "no quinto dia Javé criou omne volatie secundum genus suum").
Atualmente, conforme é citado na obra Você e a Hereditariedade (Editora José Olímpio), de Amram Scheinfeld & Morton Schwitzer, este velho enigma está resolvido, com duas sentenças antagônicas e autorizadas. Então vamos a elas: Charles Darwin, o criador da Teoria da Evolução das Espécies, cita que primeiro apareceu uma espécie de ave, que pôs e chocou ovos e teve descendentes iguais a ela. Estes, à medida em que foram se desenvolvendo, ficaram sujeitos à sucessivas mudanças de meio ambiente e de hábitos, que por sua vez também provocaram mudanças em seus descendentes e estas mudanças foram transmitidas pelos seus ovos, até que, com as alterações destas, através de sucessivas gerações, por fim apareceu a galinha, que produziu o nosso conhecido ovo.
Entretanto, segundo a genética moderna, cuja origem remonta a Gregor Mendel, primeiro apareceu uma qualidade de ovo, que produziu uma espécie de ave e, a partir daí, em algumas destas aves aconteceu algo que ocasionou nelas algumas mutações, e estas, por sua vez, fez com que elas pusessem ovos contendo certos genes modificados, que geraram aves diferentes de seu pais e, na medida em que foram continuando essas mutações, com o passar do tempo, apareceu uma nova variedade de ovo com genes novos. Estes ovos produziram a galinha e, esta, por sua vez, o já famoso ovo.
Agora, depois destes esclarecimentos em nada esclarecedores - e note-se aqui que, nessa história toda, o galo sequer foi citado! - eu deduzo, ainda que, quem estiver na dúvida em escolher para o seu cardápio do dia, entre canja ou omelete, está agora na mesma dúvida e encruzilhada que eu: afinal de contas - e não levando-se em conta a inexistência do galo! - permanece aqui a angustiante questão: quem nasceu primeiro, foi o ovo ou a galinha?...

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home