20061123

Meu canto

Num canto eu canto
Em conto meu canto.
Meu conto é um encanto
E meu encanto é te ter.
Meu conto é minha vida
E minha vida é você.
Se seu conto é igual,
Com o mesmo encanto
Brade alto o seu canto,
Não me deixe morrer.

2 Comments:

Anonymous Ordisi Raluz said...

Sua musa vai sorrir de felicidade com esse poema, podes crer!

OK, com o OK, Gafanhoto, acho que é por aí, mas certeza, certeza, tenho não...

Quanto à Marilda, foi bom vc me avisar da data. Gostaria que vc observasse se ela irá ou não passar pelo correio local. Não custa checar, vai que é ela mesmo?

8:52 AM  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Ouvindo esse canto eu corro e conto 1 2 3 e pulo num abraço antes que brade tão alto seu canto e seu amor venha lhe ver, rsssss

beijosssssssssss

1:05 PM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home