20070530

"Entre Aspas"

As aspas de hoje retratam Millôr Fernandes, em versos, selecionados de seu livro “Poemas” (L&PM):

“Habilidade Política: Eu, candidato Perfeito, No escuro E em cima do muro.”
“Cuidado (Quem vê cara...): O medo tem olho humano, O ódio voz de paquera, O terror cara de gente, O amor fúria de fera.”
“Poeminha Filantrópico: Dar, emprestar, Avalizar: Tudo verbo auxiliar.”
“Poeminha Sobre Insuficiência(I): Rapazinho, Estuda depressa, Pois burro aos trinta É burro à beça.”
“Poeminhas de Estilo(II): O burocrata, Não sabia? Teve filhos Em três vias.”
“Poeminha com Certa Prosa - Autópsia: Quando abrirem meu coração Vão achar sinalização De mão e contramão.”
Inversos - Epítome: O verdadeiro chato, Chato ímpar - sem par -, É o que vive chateado, Sem ninguém o chatear.”
“Poeminha Sensato Futuro: A absoluta verdade Só em caso De última necessidade.”
“Menti: Menti! Alguma verdade fica. Tempo de paz, mentira como gás. Tempo de guerra, mentira como terra. Tempo de eleição, mentira de montão.”
“Poemeu Efemérico: Viva o Brasil Onde o ano inteiro É primeiro de abril.”
“Poemeu Conservador: Nada de mudar! Homem e muar Devem continuar Cada qual no seu lugar.”
“Poeminha Fora da Estação (II): Coragem É isso, Bicho! Eu sofro de mimfobia: Tenho medo de mim mesmo, Mas me enfrento todo dia.

PSs:
"Um poema da Nação para o político: me engana que eu gosto!"
"Resposta de um Deputado para a Nação: eu não tenho rabo preso! (uma suposta comparação do Deputado Clodovil com os demais membros do Congresso)."

Labels:

2 Comments:

Blogger Nena said...

hahaha!

Afiado o post, hein?

hahaha!

Gostei do poeminha com certa prosa

3:31 PM  
Blogger Pedro Paulo Pan said...

, pensei falar de um ou outro, mas quando li o "poemeu efemérico" é pura realidade...
, agradecido pelas palavras, pelos parabéns.
, abraços meus.

5:03 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home